Esse silêncio que nos mata

Esse silêncio que nos mata, por Anabelle Belmont

Há quem diga que o aborto é um assunto polêmico. Que gera muitas controvérsias e divergências. Talvez o assunto seja, mas a prática é popular.

Mulheres pobres, ricas, jovens, adultas, negras, brancas, religiosas, ateias. Todas abortam. Por vontade própria, contra a vontade, porque seu próprio corpo rejeitou a gravidez. Acontece, e muito.

A verdade é que a interrupção da gestação é tabu. Existe toda uma mística e desconhecimento sobre o tema. O fato da interrupção voluntária ser crime no Brasil contribui muito para isso, mas não é o único limitador. Estamos ignorando nossa realidade e esquecendo nossa história que data da antiguidade. Não só a prática se tornou clandestina como o diálogo sobre o assunto também.

Falamos mais sobre cenários hipotéticos de como as coisas seriam se o aborto fosse legalizado e pouco sobre como hoje e durante toda a história mulheres abortaram.

Em silêncio mulheres se sujeitam a clandestinidade, a automutilação, ao risco de morte a despeito de qualquer risco quanto a sua integridade física ou liberdade. Em silêncio enfrentam as consequências disso. Inclusive o julgamento interior, a culpa sempre nos ronda.

Jandira trouxe a tona parte desse risco, outras muitas mulheres se expõe muito mais. Não é lenda o uso da agulha de tricô e outros objetos perfurantes. Comece a perguntar pra mulheres da sua família (mãe, vó, prima, tia), pra suas amigas, vizinhas, conhecidas. Tenho certeza que vai encontrar casos próximos.

As motivações podem ser muitas para buscar um aborto, as consequências variam principalmente com relação a fatores socioeconômicos e apoio. Agora o medo nos ronda constantemente.

Precisamos falar sobre isso, precisamos apoiar umas as outras, lutar para não sofrermos sozinhas duas, três, milhares de condenações (pelo estado, pela família, pela igreja, pela comunidade, etc). Não pode ser crime buscar a própria autonomia.

O aborto deve fazer parte dos nossos direitos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: